Notícias

Os desafios de 2018 para a classe trabalhadora

Geral, 10 de Janeiro de 2018 às 09:23h

Além de todos os desafios no campo campo político, 2018 se apresenta ainda mais fundamental por ser ano eleitoral. É tempo de o país se unir e derrotar o projeto golpista e entreguista de Temer, que representa o que há de mais reacionário e atrasado na política nacional. Em outubro, as urnas vão indicar com mais precisão o futuro próximo do Brasil. Barrar a reformar da Previdência é indispensável, pois se aprovada, praticamente impede o trabalhador de se aposentar. É preciso uma enorme pressão popular para forçar o Congresso Nacional a rejeitar a reforma. E os trabalhadores têm papel importantíssimo nesse processo de mobilização. Assim como em 2017, a classe trabalhadora, estudantes, movimentos sociais e militantes de diversas áreas têm que tomar as ruas novamente em defesa da democracia e respeito aos direitos dos trabalhadores. Com as reformas trabalhista e previdenciária, Temer está pagando a ‘conta” do golpe. Mas ainda tem muito mais. Derrubar esse golpe orquestrado para beneficiar os mais ricos e esmagar a camada mais pobre do país é vital para recolocar o país no caminho do crescimento. E as eleições são parte da solução desse processo.

 

Outras Notícias

Acesso restrito

Boletim Online

Cadastre-se e receba nossos boletins.

Parceiros